Associação dos Catadores de Papelão e Material Reaproveitável (ASMARE)

A ASMARE vem se consolidando como espaço de inserção ou reinserção da população de rua e catadores no mundo do trabalho. Além das atividades de catação e triagem de recicláveis, a produção artística com o uso desses materiais e a prestação de serviços também fazem parte dessa transformação social.

Responsável: Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis (MNCR)

Local de implementação: Bairro de Barro Preto - Belo Horizonte (MG)

Contato

Telefones: (31) 9512-2635 /

Endereço: Av. do Contorno, 10.555 - Barro Preto - Belo Horizonte (MG)

Site: https://asmare.org/ http://www.mncr.org.br/

E-mails: flaviaasmare@gmail.com

Descrição

A experiência aplicada nos últimos 20 anos aponta o caminho do associativismo como espaço de transformação e alternativa de mudança das condições sociais. As associações e cooperativas representam a reconquista da própria condição como pessoa, no espaço democrático de construção de alternativas. Homens e mulheres, adolescentes, jovens e idosos puderam, a partir da organização coletiva, conquistar o respeito e construir novas possibilidades de assegurar a dignidade perdida. Desta organização surgiram espaços de trabalho, vida e convivência que possibilitaram a criação de modos de vida adequados, singulares e dignos, onde trabalho e moradia são conquistados a partir do esforço de cada um e de todos. Vale considerar que se trata de pessoas em grau extremo de vulnerabilidade (moradores de rua, egressos do sistema penitenciário, desempregados de longa duração, usuários de drogas, portadores de deficiências, entre outros). A ASMARE evidencia o resgate da cidadania da população de rua, elaborando propostas coletivas, agregando outras experiências de organizações dos catadores, ampliando parcerias para geração de novos postos de trabalho e traçando políticas públicas de inclusão social. Todo o trabalho de formação será direcionado para a promoção da capacidade analítica e crítica do público alvo, visando a sua autonomia administrativa e gerencial, bem como o controle da produção para a promoção de um modelo sustentável de organização econômica popular. Para tanto as pessoas serão qualificadas e serão também preparadas para gerir o próprio negócio.

Objetivos

Entre os objetivos do projeto, estão:
– Gerar trabalho e renda para população de rua e famílias em situação de vulnerabilidade social, viabilizando a inclusão de pessoas visando o resgate da cidadania.
– Oferecer oportunidade de vivenciar experiências práticas da atividade profissional em formação.
– Garantir a produção sistemática de reciclagem.
– Garantir a geração de renda e autossustentação do projeto e do grupo.
– Propiciar a construção de valores relativos ao universo do trabalho.
– Propiciar a construção e resgate da significação de valores humanos, identidade e autoestima.

Público-alvo

Famílias de baixa renda e população em situação de rua

Resultados

Localizada na região central de Belo Horizonte, a ASMARE é responsável pela coleta, triagem, prensagem e comercialização de 459 toneladas, que se somam mensalmente a uma média de 44 toneladas advindas da coleta mensal feita pela SLU – Superintendência de Limpeza Urbana totalizando 503 toneladas de materiais recicláveis. O trabalho da ASMARE que se limitava, no primeiro momento, em coletar, separar, prensar e comercializar os materiais recicláveis, foi ampliada a partir da necessidade de atender um número maior de moradores de rua. Buscou-se também diversificar as atividades, tendo em vista as diferentes habilidades e interesses dos trabalhadores. Atualmente, a ASMARE desenvolve coleta, separação, prensagem e comercialização de recicláveis; oficinas de artesanato e reaproveitamento. Também é possível observar como resultados a inclusão de 240 pessoas com referência de rua, o resgate da autoestima e cidadania dessa população, além da criação do Reciclo Espaço Cultural e Ecobloco.

Video

Temas