Microgeração de energia solar e eólica

Em outubro de 2012, a empresa Brasil Solair iniciou o Projeto de Geração de Renda e Energia em Juazeiro, na Bahia. O Projeto, de 2,1 MW, beneficia mais de três mil famílias de dois conjuntos residenciais do Programa Minha Casa Minha Vida (Salitre e Praia do Rodeadouro) com a instalação de sistemas de microgeração de energia solar e eólica, nos telhados e nas áreas comuns dos conjuntos. O excedente é vendido para outros consumidores, como por exemplo a Caixa Econômica Federal, que tem utilizado a energia gerada em algumas de suas unidades operacionais e agências.

Responsável: Brasil Solair

Local de implementação: Conjuntos Salitre e Praia do Rodeadouro

Contato

Telefones: (21) 2512-2121 /

Endereço: Rua do Ouvidor, 88 – 9º andar - Centro, Rio de Janeiro, RJ (sede)

Site: http://www.brasilsolair.com.br/projeto-juazeiro http://medidorvirtual.com.br/

E-mails: contato@brasilsolair.com.br

Descrição

As ações giraram em torno da instalação de placas de captação de energia fotovoltaica no telhado de casas e aerogeradores nas áreas livre dos condomínios. Durante o dia, a energia é medida e repassada para rede de transmissão de energia. À noite, a energia gerada abastece as áreas comuns – quiosques e locais de esportes, por exemplo – e o excedente é armazenado para venda. Para a instalação do projeto no conjunto, foram realizados processos de formação e reuniões conjuntas entre a empresa responsável e os moradores dos edifícios com o objetivo de orientá-los em relação ao tema “energia renovável” e sobre o funcionamento do Projeto. Depois, alguns desses moradores foram capacitados para trabalhar na instalação e manutenção dos painéis.

Objetivos

Pretende-se promover a organização social das famílias beneficiadas, incentivando o cooperativismo e a troca de experiências; maximizar sua renda através da geração de energia limpa; reproduzir práticas alternativas como a de microgeração de energia sustentável e descentralizada que beneficiam as populações locais e apontam a outro modelo de desenvolvimento.

Público-alvo

Público em geral

Resultados

O Projeto-piloto instalado nos dois condomínios populares de Juazeiro (BA) criou a maior usina solar sobre telhados de casas do país. No início, foram instalados 9.144 painéis com potência de 2,1 megawatts-hora (MWh), o suficiente para abastecer cerca de 3,6 mil domicílios em um ano. Entre fevereiro de 2014 e novembro de 2015, os 5,465 Gigawatts-hora (GWh) comercializados renderam R$ 2,27 milhões líquidos (os dados podem ser acompanhados pelo site www.medidorvirtual.com.br, com defasagem de um dia). Parte desse rendimento vai direto para os moradores, ajudando-os a complementar a renda mensal: de cada R$ 100 de receita gerada pela microusina, R$ 60 ficam com os moradores, R$ 30 vão para um fundo destinado a investimentos em melhorias e benefícios comuns e R$ 10 bancam despesas de manutenção dos condomínios. No atual ritmo de geração e de faturamento, o investimento se pagará em sete anos.

Foi concluída também uma das últimas etapas do Projeto de Geração de Renda e Energia em Juazeiro: a instalação das seis torres eólicas. Cinco profissionais contratados no processo de capacitação e treinamento (moradores dos residenciais) sob a orientação de um técnico da empresa Brasil Solair foram responsáveis pelo içamento e instalação dos aerogeradores.

A microgeração de energia realizada nos conjuntos produz eletricidade diretamente nos pontos de consumo, reduzindo as perdas na transmissão e distribuição; compartilha o sistema de alimentação da carga, de modo que, quando a geração for maior do que o consumo, o excedente de energia possa ser injetado na rede elétrica; se adapta aos recursos renováveis e às necessidades energéticas do local; utiliza a energia solar fotovoltaica e eólica de maneira independente ou combinada em instalações híbridas. Por isso, esta prática está mudando a realidade local e pode, inclusive, ser estendida em outros locais do país.

Imagens

Temas