Programa Feiras e Jardins Sustentáveis

O programa “Feiras e Jardins Sustentáveis” tem o objetivo de oferecer tratamento ambientalmente adequado para restos de podas de árvores e resíduos orgânicos de feiras livres, para serem devolvidos em forma de composto de qualidade. O processo de compostagem dos restos de feiras livres diminui o custo de operação de praças e jardins – por gerar adubo – evita o despejo de mais volume em aterros sanitários e diminui o deslocamento de caminhões e emissões de dióxido de carbono.

Responsável: Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (Amlurb)

Local de implementação: São Paulo (SP)

Contato

Telefones: (11) 3397-1777 /

Endereço: Rua Azurita, 100 - Canindé - São Paulo (SP)

Site: http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/servicos/amlurb/

E-mails: aojunior@prefeitura.sp.gov.br

Descrição

A iniciativa é uma realização da Secretaria Municipal de Serviços de São Paulo, por meio da Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (Amlurb), em parceria com a Subprefeitura da Lapa e a empresa Inova, responsável pelos serviços de limpeza nas regiões norte, oeste e central do município.

Localizado em uma área de três mil metros quadrados na Subprefeitura da Lapa, em São Paulo, o pátio piloto vem recebendo, desde setembro de 2015, cerca de 35 toneladas semanais de resíduos orgânicos, coletados em 26 feiras da região. Um ano após o seu início, o projeto duplicou o seu alcance e passou a receber, desde setembro de 2016, os restos de mais 24 feiras das regiões de Pinheiros, Casa Verde, Piritiba e Jaraguá, Freguesia do Ó e Brasilândia.

Para tratar os restos de feiras, é usado o sistema de compostagem termofílica em leiras estáticas com aeração natural, método criado pela Universidade Federal de Santa Catarina e o Cepagro (Centro de Promoção e Estudos da Agricultura de Grupo).

As leiras são formadas pela deposição alternada de dois materiais: uma camada de restos frescos (verduras, frutas e legumes coletados nas feiras) e uma outra camada se restos de poda de jardins e palha. Com essa mistura, cria-se um ambiente adequado para microorganismos trabalharem na fabricação do composto, que fica pronto após 120 dias. O método demanda pouco investimento em infraestrutura, mão de obra e não causa odor.

Objetivos

– Promover a compostagem dos resíduos sólidos orgânicos provenientes das 900 Feiras Livres Municipais e dos serviços de poda da cidade.
– Ampliar a coleta seletiva de resíduos secos e orgânicos com a inclusão de catadores de materiais recicláveis e reutilizáveis.

Público-alvo

Municípios de São Paulo

Resultados

Até agosto de 2016, o pátio da Lapa serviu como referência para outros pátios e quatro centrais de compostagem – cada uma com capacidade para processar, diariamente, 50 toneladas de resíduos – descentralizando o processo e diminuindo os custos com transporte dos materiais. A coleta seletiva dos resíduos orgânicos das feiras livres em junção com os resíduos de poda permitem a promoção de um composto de alta qualidade para uso na agricultura urbana e periurbana de São Paulo.

Um ano após o seu início, o projeto duplicou o seu alcance e passou a receber, desde setembro de 2016, os restos de mais 24 feiras das regiões de Pinheiros, Casa Verde, Piritiba e Jaraguá, Freguesia do Ó e Brasilândia. Com esse acréscimo, são aproximadamente 60 toneladas de resíduos compostados semanalmente no pátio da Lapa. Segundo a empresa Inova, a taxa de adesão dos feirantes das feiras atendidas é de 80%. O sucesso do projeto no primeiro ano de implementação orientou a construção de outros cinco pátios de compostagem. O próximo a ficar pronto será o da Sé, região central de São Paulo. Com 2.800 metros quadrados, poderá receber cerca de 30 toneladas diárias de resíduos de frutas, verduras e legumes das feiras do centro e do Mercado Central, o Mercadão. Os outros quatro pátios, que devem ser instalados ainda em 2016, estão em Ermelino Matarazzo, na Mooca, em São Mateus e na Vila Guilherme.

O projeto Feiras e Jardins Sustentáveis é parte do Programa de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos de São Paulo – PGIRS e pode continuar por tempo indeterminado, a critério da administração municipal.

Video

https://youtu.be/oJk3xX3fiQY

Temas